1.11.05

O lado bom do criacionismo

Bem, na verdade, o criacionismo não tem um lado bom. Mas a atenção que ele tem levantado recentemente tem servido, pelo menos, para mobilizar uma parcela pensante da população que estava simplesmente assistindo, da arquibancada, ao crescimento desse movimento. Com isso, em várias publicações, estão surgindo excelentes críticas às idéias criacionistas.

John Allen Paulos, professor de matemática da Temple University, fez uma genial comparação entre biologia e economia em uma coluna no jornal The Guardian. Paulos mostra que se seguirmos a lógica do design inteligente, teremos que concluir que existe um mega-economista planejando detalhadamente toda a economia mundial (um deus da economia de mercado). Afinal de contas, como explicar um sistema de produção e distribuição tão complexo e tão integrado como o que conhecemos, onde os produtos mais diversos são encontrados nas quantidades certas nos locais certos? Surpreendentemente, você sempre encontra fio dental na farmácia e nunca faltam chips de computador nas fábricas da Dell. E um computador não funciona sem seu chips, então o sistema é "irredutível". Como explicar que essa complexidade toda tenha surgido sem um designer? Apenas com leis de oferta e procura (ou equilíbrio entre quantidade de indivíduos e quantidade de recursos)? Leis da concorrência (ou seleção natural)? Impossível...

Já na revista Rolling Stone, Matt Taibi resume o argumento do design inteligente de uma forma "cabeça" e hilária:

The essence of its scientific claims was that biology was just too intense, dude, to be an accident.

3 Comments:

Anonymous Thiago said...

MAgnífico! Agora que eu descobri este blog, fará parte da minha leitura semanal.

2:17 PM  
Anonymous Acrisio Lins said...

Ridiculo

Ou voce acha que o Fio Dental foi "sozinho" "por conta propia" pra Farmacia?


Impossivel comparar biologia (sistemas vivos) com Economia (sistemas sem vida)

Me adimira alguem dar ouvidos a este tal de John Allen Paulos...

4:51 PM  
Anonymous Willian said...

Acrísio.
Sobre ser impossível poder comparar economia com biologia, não é bem isso que as centenas de teses e artigos científicos publicados todo ano dizem.
Na verdade, tem muitos economistas buscando absorver conhecimento dos bio-matemáticos.
Abra a cabeça, brother.

10:36 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

free webpage hit counter